Celular pega fogo nas mãos de técnico em loja de Porto Alegre

Um celular pegou fogo após explodir nas mãos de um técnico de eletrônica, em uma loja de Porto Alegre, na última sexta-feira (22). Luciano Simon, de 51 anos, que também é proprietário do local, chegou a procurar atendimento médico, mas teve somente queimaduras superficiais, além de ardência no nariz, por ter aspirado lítio, que compõe a bateria.

O vídeo da câmera de segurança da loja flagrou o momento em que o aparelho pega fogo. Simon tentava desmontar o celular quando houve a explosão. O fogo atingiu a mão do técnico. Ele jogou o aparelho no chão e conseguiu apagar o fogo com um pano.

Conforme o técnico, a bateria estava inchada e deformava a tela do celular. O dono do aparelho havia relatado que a carga durava menos de duas horas.

Já recuperado do susto, Simon explicou que, na maioria das vezes, o que causa o inchaço da bateria é deixar o celular a noite toda carregando, sem tirar da tomada, mesmo após ela já estar 100% carregada.

É importante usar somente acessórios que são de fábrica. Por fim, ele alerta para colocar o celular para carregar sempre que chegar aos 20% e tirar da tomada nos 100%.

Simon já foi ao hospital e disse que passa bem, foram machucados superficiais. Ele está com queimaduras no pescoço na boca e sentiu sensação de ardência no nariz porque inalou da fumaça de lítio, substância armazenada dentro da bateria.

Fonte: G1

Compartilhe!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo de carater ofensivo, por favor denuncie.

Comentários (0)


Deixe um comentário