Criança de 8 anos é internada com suspeita de meningite em São Leopoldo

Uma criança de 8 anos deu entrada na noite de terça-feira (2) no Hospital Centenário, em São Leopoldo, com suspeita de meningite. No último mês, o município teve duas mortes devido à doença. O caso mais recente foi o da adolescente Eduarda Andrade, de 14 anos, que morreu na madrugada de terça por meningite meningocócica C.

Conforme o município, a criança que foi internada teve contato recente com Eduarda. O caso está sendo investigado. Todos os exames da paciente foram encaminhados ao Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen).

Diante da situação, a Prefeitura de São Leopoldo informou, em nota, que serão tomadas algumas medidas, como a aplicação de antibiótico em todas as crianças da escola que tiveram contato nos últimos 30 dias com a adolescente que morreu.

A mesma medida também foi adotada para as pessoas que tiveram contato com a menina de 2 anos, que faleceu em 12 de março por meningite meningocócia B, no bairro Feitoria, em São Leopoldo.

"Todas as crianças e adolescentes da escola, e que de alguma forma tiveram contato com adolescente acometida pela doença, estão sendo convocadas a tomar a vacina meningocócica C, disponível na rede pública, caso ainda não tenham sido imunizadas. Há orientação para os pais de adolescentes, entre 11 e 14 anos, levarem as carteiras de vacinação para avaliação, quarta (3) e quinta-feira (4)", afirma o município.

Nesta quarta, o prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, e o secretário municipal de Saúde, Ricardo Charão, terão uma reunião de urgência na Secretaria Estadual de Saúde, para solicitar "o imediato reforço do governo estadual nas medidas preventivas e de combate à doença no município".

Na terça-feira, houve reunião na Saúde estadual com a Vigilância Sanitária para envio de mais doses de remédios para São Leopoldo. A prefeitura ressaltou ainda que está "chamando à responsabilidade, além do governo estadual, também o Ministério da Saúde, responsável pela distribuição de vacinas aos municípios".

Fonte: G1

Compartilhe!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo de carater ofensivo, por favor denuncie.

Comentários (0)


Deixe um comentário